Herculano Pires e o evangelho

Herculano Pires e o evangelho 

Herculano Pires e o evangelho

Antonio Cesar Perri de Carvalho (*)

     Mais uma obra de autoria de José Herculano Pires (1914-1979) – professor, filósofo, jornalista e escritor – veio a lume nos primeiros meses de 2016: “O evangelho de Jesus em espírito e verdade”, pela Editora Paidéia.(1)

Trata-se de obra inédita, organizada por Célia Arribas, e resultante do trabalho de degravação da parte dos comentários sobre o Evangelho, de 100 programas radiofônicos selecionados de Herculano Pires, intitulados “No Limiar do Amanhã”, semanalmente transmitidos pela Rádio Mulher, de São Paulo, durante os anos 1970, e retransmitidos pela Rádio Morada do Sol, de Araraquara (SP), e Rádio Difusora Platinense, de Santo Antonio da Platina (Pr).

O autor trabalha a essência pura e vigorosa da mensagem de Jesus com um linguajar simples, pois se apresenta no estilo da linguagem falada e em programas destinados ao público em geral. Como sempre, muito lúcido e com abordagens profundas e com base no Codificador Allan Kardec.

Entre os capítulos: A universalidade da mensagem de Jesus; A Bíblia, o Evangelho e o Espiritismo; O nascimento de Jesus; Religião em espírito e verdade; A crucificação do Cristo e sua ressurreição; O nascimento da igreja cristã; Paulo e Estêvão; O consolador prometido; vários capítulos sobre Paulo e sobre manifestações espirituais.

Para o autor, “O espiritismo se confirma, portanto, ao contrário do que dizem os seus adversários, nas próprias palavras e nos próprios ensinos dos evangelhos”. Referindo-se aos princípios e cuidados no movimento espírita, pondera: “O que nos deve interessar não é nosso opinião nisso ou naquilo, mas sim a firmeza com que pudermos seguir os princípios da doutrina espírita. E esses princípios estão firmados, como nós sabemos na codificação de Allan Kardec. E estes princípios, por sua vez, têm a sua base mais profunda, as suas raízes mais penetrantes nos próprios evangelho de Jesus.”

Ao comentar a vida e obra do apóstolo Paulo, Herculano destaca que: “Ele libertava a religião da política e do negócio. Para ele, a religião tinha que ser vivida em si mesma e vivida com toda a independência moral”.  A propósito de trecho de Atos sobre “muitos milagres e prodígios entre o povo pelas mãos dos apóstolos” o autor aponta que ali se encontra “uma das mais belas confirmações evangélicas da realidade e da verdade do Espiritismo e das suas práticas como continuação do cristianismo em espírito e verdade aqui na terra.”

Para Herculano Pires o problema fundamental do cristianismo é o mandamento do “amai-vos uns aos outros”. Conclui: “este é o princípio fundamental do evangelho que Jesus nos oferece para a nossa compreensão espiritual.”

Herculano Pires é autor de dezenas de livros. Ficaram muitos conhecidos os publicados pela Editora GEEM, em que ele comenta mensagens psicografadas por Chico Xavier, como “Chico Xavier pede licença”, “Diálogos dos vivos” e “Somos seis”. Várias obras do autor, em geral publicadas pela Editoria Paidéia, estão relacionadas com religião e o Evangelho, como: “Lázaro” (trilogia “A conversão do mundo”), “Madalena” (trilogia “A conversão do mundo”), “O espírito e o tempo”, “O reino”, “O ser e a serenidade”, “Revisão do cristianismo”, “Agonia das religiões” e outros.(2)

Consideramos muito elucidativa e oportuna a obra postumamente publicada de Herculano Pires, e que deve merecer espaço nos estudos dos centros espíritas.

Fontes:

1) Pires, José Herculano. Org. Arribas, Célia. O evangelho de Jesus em espírito e verdade. 1.ed. São Paulo: Editora Paidéia. 2016. 385p.

(*) – Ex-presidente da USE-SP e da FEB.

De: www.grupochicoxavier.com.br

Esta entrada foi publicada em Artigos, Espiritismo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *