A Última Hora

A Última Hora

A imagem pode conter: 1 pessoa

Havia uma grande expectativa nos corações, naquele momento. Os mais sensíveis choravam, demonstrando saudade antecipada e insegurança aflitiva. Outros permaneciam ricos de gratidão, tocados pela ternura, , e grande número aguardava as últimas instruções, no instante que antecedia a despedida.

Subitamente, Ele apareceu no topo da colina, e o Seu vulto aureolou-se de Sol poente.

Majestoso, provocou imediato silêncio na multidão.

Distendendo as mãos e descerrando os lábios, Ele falou:

– Estaremos sempre ligados pelos fios sublimes do amor e caminharemos juntos pelas longas vias do serviço ao próximo em todas as épocas.

Nunca haverá, em nós, solidão.

Quando a aflição advier, orai, e eu vos escutarei, respondendo vossas súplicas através da inspiração.

Nunca desanimeis, portanto, e crede sem desfalecimento, seja qual for a circunstância e o testemunho.

Uma mulher, aflita, porém, ante o silêncio que se deu, apresentou-lhe o filho enfermo e perguntou:

– Ele padece doenças e nada posso fazer. Qual o recurso a aplicar?

– Abençoai a água pura e dai-lhe a solvê-la.

Um homem triste, tocado pela esperança, indagou-lhe:

– Minha esposa foi tomada pelas forças do mal, e ninguém a pode ajudar. A quem recorrer:

Toca-lhe a fronte com a mão, e pedi ao Pai para que a vossa energia lhe restaure a paz.

E disse a outro:

Perdoai a ofensa.

E a outro mais:

Orai, pensando no adversário.

A todos ele informou:

Sois deuses e podeis tudo fazer, se quiserdes amar e dar-vos à Vida, como eu me tenho oferecido a vós.”

Assim nunca nos separaremos.”

Quando o Seu vulto foi envolvido pela noite e Ele se coroou de estrelas, a multidão sensibilizada retornou aos lares, e até hoje permanecem as instruções daquela última hora para todas as horas da humanidade.

(Divaldo Franco_Eros/Livro Paz Intima)

Esta entrada foi publicada em A Família, Artigos, Ciência, Espiritismo, Transição. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *