Sofrer para quê?

Os sofrimentos da alma e do corpo funcionam como impulsos que estimulam o espírito a lutar para uma melhora, não o deixando estacionário no legado da vida. Mas esse sofrimento pode ser evitado e esse impulso pode se dar de forma mais branda, suave, sem a necessidade de que se tenha que suportar tamanhas dores.

Muitos se martirizam pelas chagas que trazem em seus corpos, esquecendo-se de que muitas mazelas partem da alma, exatamente onde muitos não buscam o devido tratamento. Buscar a cura somente das doenças e dores do corpo não lhes trarão a garantia de que essas chagas jamais retornarão, porque a grande maioria dos casos tem como nascedouro do problema o próprio ser. Nesses casos a doença deve ser tratada de dentro para fora, não ao contrário.

Ao iniciarmos um tratamento de saúde, seja ele qual for, o primeiro elixir que temos que tomar são os bálsamos para a alma. Iniciar uma faxina íntima para buscar eliminar nossa carga negativa de sentimentos (ódio, ciúme, cobiça, baixa autoestima, rancor), auxiliando, assim, o tratamento convencional do corpo, que passará a ser mais rápido e menos doloroso.

O grande mal que achaca a humanidade atualmente são o câncer e às doenças psicológicas. Nas maiorias dos casos essas patologias tem sua nascente nos próprios atos de desamor e egoísmo de suas vítimas. O cultivo desses sentimentos perniciosos, sem que apercebamos, começam a atacar o sistema nervoso, desencadeando microvibrações nefastas para as células do corpo. O sistema imunológico começa a sofrer pequenas investidas negativas dessas descargas elétricas e tendem a enfraquecer pouco a pouco. Com o tempo o organismo não mais consegue se defender desses rotineiros e regulares ataques e abrem brechas para que a doença se instale naquele organismo.

Para que isso possa ser evitado é muito importante que passemos a mudar nossas atitudes e conceitos. Com uma pequena mudança vocês estarão se vacinando contra ataques invisíveis e imperceptíveis pelo homem que a alma e o corpo sofrem, evitando um futuro colapso de seu organismo. Cultive hábitos saudáveis para a mente e para o corpo. Busquem viver com alegria, paz, felicidade. Deixe de queixar por tudo e para todos. Destrua de dentro de vocês aqueles sentimentos que um dia poderão vir a destruí-los.

A chave da cura de diversos males está em suas mãos, use-a com amor e inteligência em seu próprio benefício. Afinal, sofrer para quê?

Teresa de Albuquerque (espírito)

Aparecida do Taboado/MS, 18/07/2014.

redeamigoespirita

Esta entrada foi publicada em A Família, Artigos, Espiritismo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *