Anticristo – Senhor do Mundo: Obra raríssima e histórica

Anticristo – Senhor do Mundo: Obra raríssima e histórica

Postado por Antonio Cesar Perri de Carvalho

Exibir blog

 Anticristo – Senhor do Mundo: Obra raríssima e histórica

No dia de Kardec (3/10/2018), foi lançada uma obra raríssima – em edição digital -, de autoria do ex-presidente da Federação Espírita Brasileira Leopoldo Cirne (gestão 1900-1914), que sucedeu Bezerra de Menezes, grande divulgador das obras de Kardec.

Em mais um esforço para oferecer aos estudiosos do Espiritismo subsídios para o conhecimento histórico e fundamentação doutrinária acerca da Terceira Revelação, a equipe “Luz Espírita” em parceria com o site “Autores Espíritas Clássicos” finalizou a edição de uma importante obra literária e agora a disponibiliza para todos em edição digital. Trata-se do livro Anticristo – Senhor do Mundo, da autoria do memorável Leopoldo Cirne. O objetivo da obra, definido pelo autor é claro: “[…] apreciando a ação perturbadora do Anticristo na existência da igreja – alvo do seu inveterado rancor – do mesmo que em todas as manifestações da vida humana, em que essa interferência transparece, colher ensinamentos e advertências para salvaguarda dos que, nesta época de transformações e num radioso futuro que se avizinha, desejem sinceramente seguir a Jesus e necessitam estar apercebidos contra as insidiosas manobras dos que com propriedade são denominados inimigos da luz. […] O presente estudo é assim uma contribuição exclusivamente pessoal, fundada na observação e análise dos fatos à luz dos conhecimentos adquiridos na doutrina espírita, que temos a felicidade de professar há quarenta anos”. Leopoldo Cirne esclarece que entende por “Anticristo” uma força, também chamada de “príncipe deste mundo”, “poder das trevas”, que age “em oposição, deliberada e sistematicamente, ao plano evolutivo traçado por Deus à humanidade”.

Em “Anticristo. Senhor do Mundo”, o autor trata da trajetória do Cristianismo e do Espiritismo, focalizando progressos e enganos.

No desenvolvimento do tema, na parte sobre Espiritismo, surgem informações e depoimentos históricos. Leopoldo Cirne renovou os Estatutos da FEB no ano de 1902, instituindo o estudo das obras completas de Allan Kardec como básicas para a instituição, retirando a referência ao estudo de obras de J.B. Roustaing e eliminando os poderes discricionários que haviam sido concedidos a Bezerra de Menezes, pois este assumiu a FEB em momento de profunda crise. Em 1904 promoveu o I Congresso Espírita – o primeiro grande evento espírita do Brasil -, evocativo do Centenário do nascimento de Kardec, com a participação de mais de duas mil pessoas. Na oportunidade foi aprovada sua proposta “Bases de Organização Espírita”, definindo que a FEB filiaria diretamente centros espíritas e orientaria o trabalho de união dos espíritas, estimulando a fundação de Federações Estaduais. Até então somente existiam duas Entidades Federativas Estaduais. Dedicou-se para implantar a “Escola de Médiuns” e iniciou a promoção do Esperanto na FEB e junto ao movimento espírita (1909). Em sua gestão foi construída e inaugurada a sede própria da FEB, em dezembro de 1911. Atualmente é a chamada Sede Histórica da FEB, sita à av. Passos, 30, no Rio de Janeiro.

Em virtude de resistências dentro da FEB, que não concordavam com algumas inovações e propostas implantadas por Cirne, principalmente do setor de “Assistência aos Necessitados” e também um certo descontentamento dos seguidores da obra Roustaing, o presidente Leopoldo Cirne perdeu a eleição para a presidência em 1914. Analisa este cenário e as dificuldades estatutárias, organizacionais e doutrinárias da FEB. Retira-se completa e definitivamente da instituição, mantendo-se em atividades espíritas como escritor e expositor. Cirne desencarnou com 71 anos de idade no Rio de Janeiro em 1941.

Nos últimos capítulos do livro, Cirne faz uma significativa análise da obra de Allan Kardec, diferenciando-a de interferência ou confusões com outras obras como de Roustaing, da Teosofia e do Esoterismo.

Esta obra lançada em 1935, esgotada há décadas e raríssima, contém subsídios para estudos e muitas reflexões para o cenário do movimento espírita.

O Prefácio da edição digital é de autoria de Antonio Cesar Perri de Carvalho, ex-presidente da FEB.

Rede Amigo Espírita
Mais informações – link:
https://espiritismoemmovimento.blogspot.com/2018/10/sala-de-leitura…;
Para download gratuito – link:
http://luzespirita.org.br/leitura/pdf/L163.pdf

Esta entrada foi publicada em A Família, Artigos, Ciência, Espiritismo, Transição. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *